Área do cliente

Governança corporativa

Governança corporativa

Na Tokio Marine a governança corporativa é essencial na garantia da ética, transparência e aprimoramento constante de processos legais da Companhia, tanto internamente, como na relação com os mais diferentes públicos externos.

Apoiada em três áreas independentes da empresa: Compliance, Jurídico e Controles Internos, a governança corporativa é dedicada em desenvolver estratégias, tomar decisões e monitorar as relações da Companhia com Clientes, Colaboradores, Corretores, Assessorias, fornecedores, entre tantos outros públicos, assegurando processos legais, transparentes e que provenham condições de desenvolvimento sustentável não apenas para a Companhia, mas para a sociedade em geral.

Para saber mais sobre as políticas e as práticas de governança corporativa da Companhia, veja abaixo:

  • Jurídico Operacional1

    Jurídico Operacional:

    • Contencioso: célula que faz a gestão das ações judiciais onde a Companhia é parte.
    • Advogados Regionalizados: célula composta por advogados (funcionários da Cia) que estão alocados em 8 regiões do país e internalizam as demandas das ações judiciais, ou seja, fazem tudo que um escritório de advocacia terceirizado faria (defesas, recursos, audiências etc)
    • Consultivo: célula que atende exclusivamente dúvidas de clientes internos das área de sinistros, produtos, projetos, técnicas etc. Esta célula também atua em questões regulatórias perante a SUSEP e faz a gestão de respostas a ofícios.
    • Ressarcimento de RD: realiza a cobrança de ressarcimento de prejuízos causados aos clientes da Cia, nos ramos de Riscos Diversos.
    • Administrativo: faz a gestão integral das questões administrativas do departamento, incluindo pagamentos de condenações, acordos, honorários contratuais etc.
  • Jurídico Corporativo2

    Jurídico Corporativo:

    • Contratos: responsável por efetuar a análise e a elaboração de contratos; bem como prestar consultorias jurídicas sobre contratos.
    • Societário: responsável por atender clientes internos e Matriz/Japão, sempre com o escopo de manter a Companhia dentro das normas estabelecidas pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), e pela legislação vigente relacionada ao Direito Societário e Empresarial. As atividades da área incluem a elaboração de atos societários, tais como Assembleia Geral e Extraordinária (AGOE), Reunião do Conselho de Administração (RCA), Reunião de Diretoria Estatutária (RDE), alterações estatutárias, acordos de acionistas, procurações e quaisquer outros documentos societários de rotina das sociedades seguradoras, incluindo a organização e a atualização de livros e documentos societários.
    • Trabalhista: responsável pela defesa da Companhia em reclamações trabalhistas de ex-Colaboradores e Terceirizados, atuando de forma preventiva com adoção de medidas estratégicas para diminuir a quantidade de demandas trabalhistas.
    • Cível: responsável por defender a Companhia em demandas judiciais que não envolvem a operação “seguro”. As atividades da área incluem o acompanhamento processual, análise de riscos, elaboração de relatórios internos e para auditorias, contingenciamento, realização de acordos e encerramento de processos. Observação: as demandas judiciais que envolvem a operação “seguro” são de responsabilidade do Jurídico Operacional.
    • Tributário: responsável por prestar consultoria e apoio aos clientes internos, acompanhando questões tributárias federais, estaduais e municipais de interesse da Companhia, para agir junto aos Poderes Executivo e Judiciário, em parceria com prestadores terceirizados, resguardando os direitos da Companhia.
    • Criminal: responsável por prestar assessoria prévia à tomada de decisões, por meio de orientações, elaboração de pareceres, sugestões de rotinas, indicação de caminhos legais, sinalização de cuidados e zelos, sempre com o escopo de evitar o cometimento de condutas infratoras de normas penais. As atividades da área incluem o acompanhamento processual, análise de riscos e a elaboração de relatórios internos e para auditorias.

     

  • Compliance3

    Compliance

    A área de Compliance tem como principal objetivo garantir a conformidade e cumprimento de regulamentações internas e externas à Companhia. O Compliance ajuda a zelar pelas operações da Companhia, garantindo que não haja operações irregulares como fraude, lavagem de dinheiro entre outras.

    O Compliance atua em toda a empresa no desenvolvendo de controles e adequações de processos, buscando atender a legislação aplicável à Companhia.

    A área também atua no desenvolvimento de uma cultura interna sólida, baseada na disseminação do Código de Conduta e Valores Corporativos. Pois, devemos desempenhar nossas funções de maneira ética, baseados na boa fé, respeitando a missão da companhia e suas normas.

    O Compliance não deve ser visto como uma atividade isolada. É necessário o envolvimento de todos os colaboradores, para que, alinhado aos objetivos estratégicos, possa trazer uma atuação eficaz e em conformidade com as leis pertinentes à Seguradora, sejam estas internas ou externas.

  • Controles Internos4

    Controles internos

    O departamento de Controles Internos estão sempre atentos ao cumprimento de metas e objetivos estabelecidos pela Companhia. A área busca a eficiência por meio das seguintes ferramentas:

    • checagem da precisão e confiabilidade de dados financeiros;
    • eficiência operacional e
    • administração, mitigação e eliminação de riscos ao negócio;

    O objetivo de Controles Internos é contribuir para que a companhia alcance seus objetivos. Por isso, avaliamos e acompanhamos a evolução de processos, direcionando atenção para que as atividades sejam realizadas com um adequado nível de controle.

    O departamento de Controles Internos, em suas atividades, tem as responsabilidades de observar o alinhamento das ações ao direcionamento estratégico, monitorar a efetividade e eficiência às operações, ajudar a promover confiabilidade no processo de comunicação e assegurar a conformidade com as leis e os regulamentos internos e externos.

    Dentre os nossos principais trabalhos, podemos destacar:

    • CSA – Control Self Assessment
    • JSOX
    • Monitoramento de planos de ação
    • Mapeamento e gerenciamento de riscos
    • Monitoramento de perdas operacionais
    • Atendimento a Órgãos Reguladores
  • Código de Conduta Ética5

    O Código de Conduta Ética para Parceiros de Negócios e Fornecedores, estabelece os princípios e valores que devem basear a conduta ética de todos os seus Parceiros de Negócios e Fornecedores nas relações comerciais com a Tokio Marine Seguradora e/ou em nome da Tokio Marine Seguradora, e suas responsabilidades.

    Este Código de Conduta Ética é aplicável a todos os Parceiros de Negócios, tais como: Corretores de Seguros, Assessorias, Oficinas, Resseguradoras, entre outros, além de todos os Fornecedores, incluindo o fornecimento de bens e serviços de qualquer natureza.

    No link a seguir consta o Código de Conduta Ética na íntegra. Acesse o documento e tenha ciência dos assuntos e responsabilidades.