Tokio Marine expande atuação no agronegócio com novo Seguro Agro Safras

Tempo de leitura: 2 minutos

28 de fevereiro de 2019
 

Seguradora passa a cobrir mais de 70 culturas, a fim de contribuir para a difusão da cultura do seguro em todo o País

  Este ano, com um crescimento estimado de 2%, o agronegócio deve ser um viés impulsionador importante do PIB nacional. Para reforçar e ampliar a cultura do seguro entre os agricultores e garantir a continuidade das produções em caso de eventos climáticos, a Tokio Marine, uma das principais Seguradoras do País, está expandindo sua atuação com o novo Tokio Marine Agro Safras. O produto passa a cobrir mais de 70 culturas em todo o Brasil, para garantir ao produtor o replantio da safra e a permanência na atividade, em caso de eventos climáticos. “Hoje apenas 10% dos produtores nacionais possuem seguro de safra, o que mostra que ainda temos um potencial enorme a explorar. Após um sinistro, o processo de replantio e, consequentemente, o retorno dos lucros de um produtor pode demorar até três anos. Com o seguro, o pagamento é feito em até 30 dias”, explica o Gerente de Produto Agro Safras da Tokio Marine, Joaquim Neto. Apesar de o Brasil não possuir eventos climáticos extremos, como furacões e tornados, ainda assim enfrenta situações típicas de países tropicais, que afetam as plantações, como seca, excesso de chuva, granizo, geada e variação excessiva de temperatura, fenômenos climáticos que são cobertos por esse tipo de seguro. O Tokio Marine Agro Safras é dividido em três modalidades: Risco Nomeado, em que o sinistro é calculado pelo percentual de dano do evento; Multirrisco Custeio, que garante o retorno do investimento realizado no plantio e na manutenção da lavoura, por meio do ressarcimento das despesas de financiamento do produtor; e Produtividade, que cobre a produção do agricultor, de acordo com o nível de cobertura contratado, quando houver diferença entre a produtividade segurada e a colhida. Um diferencial da Tokio Marine para esse seguro é a opção de talhonamento, na qual o produtor rural pode segurar áreas da plantação com diferentes tempos de plantio e tipos de semente. Uma outra característica do setor e que impacta a definição do produtor pela contratação do seguro é a referência de produtividade para o cálculo da apólice, utilizando a média do IBGE para os municípios. “Desenvolvemos ferramentas inovadoras para solucionar uma demanda do agricultor. No cálculo, com algumas informações complementares sobre pacote tecnológico, como insumo de maior valor agregado, irrigação, maquinário e tipo de solo, por exemplo, conseguimos incrementar em até 30% o valor da média de produtividade do IBGE, o que possibilita aumentar o valor segurado da apólice”, explica o executivo. Para facilitar a contratação do seguro, a Seguradora oferece ainda parcelamento em até seis vezes sem juros. Para os Corretores, principais Parceiros de Negócios da companhia, a Seguradora oferece antecipação de comissão, incluindo a referente às subvenções; e maior agilidade nos processos de contratação, com o envio do croqui da propriedade por meio de upload anexo à proposta. Saiba mais sobre o produto:  Tokio Marine Agro Safras.